À descoberta do Moscatel

No coração do Douro, no concelho de Alijó, vamos encontrar a pacata aldeia de Favaios, com algumas marcas arqueológicas, casas brasonadas e monumentos religiosos, está rodeada de vinhas e a sua história remonta à Idade do Ferro.

Aqui é produzido o famoso Vinho Moscatel Galego Branco, que graças à morfologia do terreno, mais planalto, com poucos declives e clima fresco, onde nascem castas quase perfeitas, que produzem uvas de exceção que conferem ao vinho um sabor especial e peculiar. Não podendo deixar de visitar a Adega Cooperativa de Favaios.

Quase tão conhecido como o Vinho Moscatel, o pão de Favaios, também conhecido como trigo de Favaios, feito ainda de forma artesanal, serpenteie as ruas estreitas de Favaios e conheça as padarias tradicionais.

Terminada a visita da vila, é tempo de conhecer uma Quinta produtora de Vinho Moscatel, a Quinta da Avessada, é uma das mais conhecidas da região, com visita guiada à sua Enoteca, onde se pode observar a simulação do método tradicional de vinificação, degustação e almoço.

 

Ainda no coração da Região do Douro, encontramos a Vila do Pinhão na margem do rio douro, património da UNESCO. Rodeada pelas mais famosas quintas de produção do Vinho do Porto, recebe atualmente milhares de visitantes por ano, que tanto podem chegar de carro, comboio ou barco.

Aqui encontra-se a mais bela estação do Douro – Estação Ferroviária do Pinhão -, construída durante o sec. XIX, tem nas suas paredes azulejos que representam todo o processo da produção do vinho, desde as vindimas, pisar das uvas até ao seu transporte.

Para ter uma vista de cortar a respiração, é necessário subir ao Miradouro de Casal de Loivos, aqui a vista é esplendorosa sobre o vale do Douro e a Vila do Pinhão.

Por aqui também passa a não menos famosa estrada nacional 222, considerada uma, senão a mais bonita estrada do mundo.

Peça o Programa VEFA TRAVEL "À descoberta do Moscatel" com partida da sua área de residência.

 

Leave your comment